21 de março de 2019

CBMSE comemora mais uma edição do projeto “Down: Um dia de Bombeiros Extraordinários


 

O dia Internacional da Síndrome de Down foi celebrado na manhã desta quinta-feira (21) no quartel do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE). O evento intitulado “Down: Um dia de Bombeiros Extraordinários” foi promovido pela corporação em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE/SE).

O projeto teve a participação de 40 assistidos, bem como de funcionários e familiares que participam das atividades da Apae. As crianças e os adultos tiveram a oportunidade de fazer rapel e descer da tirolesa, como também conheceram equipamentos operacionais de combate a incêndio e salvamento.

De acordo com a assistente social da Apae, Ana Regina, essa integração do Corpo de Bombeiros é de extrema importância para a inclusão dos assistidos. “Esse é o segundo ano consecutivo que o Corpo de Bombeiros presta essa homenagem, não apenas como parceiros nesse evento, como diariamente com a nossa instituição. Nossas crianças ficam muito satisfeitas e a família agradece pelo cuidado”, diz.

Para Marta, mãe de Natan _ portador de Síndrome de Down _ a interação com os bombeiros acolhe o seu filho. “Meu filho gosta muito do trabalho e do cuidado que ele recebe dos bombeiros. Eu descobri que meu filho tinha síndrome de down muito cedo, comecei o tratamento logo. Então o desenvolvimento dos bombeiros ajuda muito, sou muito grata pelo trabalho que eles desenvolvem com meu filho. Meu primeiro ano no evento, mas ele ama muito, o carinho e a atenção que ele recebe é admirável, eu me senti em casa, fomos muito bem acolhidos”, explica.

Segundo o comandante-geral do CBMSE BM Gilfran Mateus, a Instituição tem por obrigação o comprometimento com questões sociais. “Sempre nos envolvemos nesse tipo de causa. Temos a parceria com os cães, um trabalho significativo que fazemos junto à Apae, e aproveitando esse dia internacional da Síndrome de Down a gente faz uma ação como essa. É um dia especial que fazemos para essas pessoas especiais, precisamos aproximá-las, dar nossa parcela de contribuição e que nosso papel seja importante para melhorar a vida dessas pessoas”, completa o comandante.

O projeto, que está na sua 2º edição, faz parte das ações de responsabilidade social realizadas pelo Corpo de Bombeiros e tem por objetivo estender um importante trabalho que já é desenvolvido continuamente junto à Apae, levando os cães do CBMSE para interagirem e ajudarem a melhorar o desenvolvimento psicomotor de pessoas com diversos tipos de deficiências.

Por: Brunno Carvalho

Site desenvolvido pela Emgetis com software livre - WordPress